Aflição

Tenho três gatos, um caldeirão na cozinha, baralho de tarô, iniciação em Reiki, premonição, sonambulismo, sonhos divinatórios, incensos acesos quase todos os dias e minha vassoura escora uma estante que está quase caindo no quarto de tralhas não classificáveis, na ala mais bagunçada da casa.Apesar de toda minha devoção ao oculto, não consigo resolver os problemas da minha vida de adulto que atualmente me afligem. Os problemas parecem irreais demais para serem verdade. Tenho uma tese para acabar de escrever, questões profissionais que teimam em persistir e muita, mas muita saudade. As poucas sinapses que me restam se recusam a me obedecer. Meu cérebro cruza os braços e meu corpo reage aos impulsos afetivos incontroláveis que há quase treze anos vêm sendo represados. Estou quase a perder o controle de mim, respiro com dificuldade.

Acho que vou sentar no meio-fio e esperar que o céu desabe, tal como fez em São Paulo esta semana.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Já estou até mesmo a perder e não mais perdendo.
As sinapses realmente não me obedecem mais…
Ai, Portugal, quanto do teu sal jazem em minhas lágrimas…

Sobre Monica Carvalho
Pelos motores de busca e por um comentário há tempos aqui no meu blog, imagino a quantidade de figuras que acham que o Nina e eu é o blog da modelo que posou nua na revista. Que desilusão ao perceber que a homônima aqui escreve muito sobre cinema, músicas estranhas, política e comunicação social, quando não escreve uns contos ou umas poesias. Aqui, caro leitor, não tem bundinha de fora, nem peitinho à mostra, nem pelos púbicos ou partes depiladas. Mas às vezes, acabo comentando acerca de umas safadezas que acontecem nesse nosso mundo doido de pedra. Algumas delas são mais indecentes que qualquer imagem de revista masculina. Ai, ai, mundo cruel, sobretudo para os internautas necessitados que na busca de uma fotinho pra aliviar as entranhas, têm que tocar o bicho com meus comentários sobre política internacional ou ao som do Tom Zé.

2 Responses to Aflição

  1. muqui diz:

    Antes das sinapses que não acontecem, não se esqueça da sinopse de sua vida, que não foi escrita por ti. Mantenha a serenidade e a paciência. Haja como um castor, que após perder a sua represa, com o passar de uma grande enxurrada, a reconstrói um galho de cada vez, um passo de cada vez. Faz isso durante anos, décadas, perdendo e ganhando o tempo todo. Acho que a vida é isso: vencer o prejuizo; saltar os obstáculos; deixar de filosofar e enfrentar tudo de peito aberto, sem medo, preparado para qualquer revés.
    bj
    muqui

  2. Reynaldo diz:

    Tá maluca?
    VAI DAR TUDO CERTO NO TEMPO CERTO! AINDA NÃO APRENDEU ?
    TE AMO
    beijos
    Rey

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: